Finalista no Prêmio Brasil Olímpico

Melhor da Maratona Aquática, Poliana comemora indicação no geral

Finalista no Prêmio Brasil Olímpico

Nesta terça-feira (21), Poliana Okimoto foi escolhida entre as três finalistas do prêmio de Melhor Atleta de 2016 em todas as modalidades pelo Comitê Olímpico do Brasil. A atleta da Unisanta concorre ao lado de Rafaela Silva (judô) e Martine Grael/Kahena Kunze (vela), no feminino.

“Fiquei muito feliz de ser indicada entre as três, principalmente no ano olímpico, em que o mundo inteiro olhou para o esporte. Estar entre as três melhores atletas do Brasil nesse momento entre todos os esportes é uma honra muito grande”, afirma Poliana, que também venceu como a melhor atleta brasileira da Maratona Aquática em 2016.

Para Poliana, um fator importante na escolha entre as três atletas de todas as 43 modalidades foi a importância história da sua medalha, a primeira de uma mulher dos esportes aquáticos do Brasil em uma Olimpíada, justamente na edição do Rio de Janeiro, na prova realizada nas águas de Copacabana.

“Vejo pelo peso que teve minha medalha, por ser uma medalha histórica, a primeira dos esportes aquáticos femininos do Brasil, então esse acho que foi o mérito de estar entre as três do Prêmio Brasil Olímpico”, concluiu a atleta de 33 anos, que já foi nomeada a Atleta do Ano do Brasil em 2013, ano em que conquistou o título mundial.

Em 2016, Poliana ainda fechou o ano com mais uma medalha, a de prata, conquistada com o vice-campeonato da Copa do Mundo de Maratona Aquática.

Os grandes vencedores do Prêmio Brasil Olímpico serão anunciados na cerimônia do COB no dia 29 de março, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. Os indicados no masculino foram Isaquias Queiroz (canoagem), Serginho (vôlei) e Thiago Braz (atletismo).

Foto: Satiro Sodré/SSPress

Start typing and press Enter to search